Print
PDF

Aquário Municipal comemora 1 ano com atividades especiais no dia 24 de junho

on .

Em comemoração ao aniversário de um ano do Aquário Municipal e aniversário de 69 anos da Estância Turística de Santa Fé do Sul (SP) comemorado no dia 24 de junho, foi preparado com muito carinho pelo Governo Municipal uma programação especial para quem visitar o Aquário.

 

Durante todo o dia haverá sorteio de brindes para as crianças, como aquário com peixe betta, além de pipoca e doces. No local há um parque de diversão todo colorido com diferentes brinquedos, como escorregadores, torres, balanços, jogo da velha, entre outros.

Para comemorar o aniversário da cidade haverá uma apresentação da Orquestra de Violeiros de Santa Fé, às 15h, com a presença do prefeito e autoridades.

De acordo com o diretor do Aquário, Fabio Henrique Morilha, em um ano de existência mais de 35 mil pessoas já visitaram o espaço, tornando se o principal ponto turístico da cidade.

O Aquário está localizado na Rua Seis, s/n, e fica aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 22h.

 

História da Cidade

Em 1920 o major inglês John Byac Paget, comentava-se na época que representava uma companhia petrolífera que teria interesse na região devido a bacia do rio Paraná que teria características à formação de jazidas petrolíferas, comprou 32 mil alqueires da antiga Fazenda São José da Ponte Pensa. A área ficava mais ao Norte do Estado de São Paulo, nas divisas dos estados de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Para garantir a posse da terra, o major, que nunca veio ao Brasil, colocou 79 famílias no local. Mas em 1946, com a promulgação da Constituição, ficou estabelecido que o subsolo era propriedade da União. No mesmo ano, a Companhia Agrícola de Imigração e Colonização (Caic), que conhecia os planos de expansão da antiga Estrada de Ferro Araraquarense (EFA), que eram chegar às barrancas do rio Paraná e depois seguir rumo a Cuiabá (MT), comprou os 32 mil alqueires. Em maio do mesmo ano, a Caic abriu a estrada boiadeira para atingir o rio Paraná, no Porto Taboado, para fazer um estudo geo-econômico da região.

Com a crise econômica pós-guerra, diretores da EFA, preocupados com o pagamento de dividendos aos acionistas, compraram 30 mil alqueires da Caic e lotearam o latifúndio em pequenas áreas e venderam a prazo. Eles demarcaram 600 alqueires, sendo 100 para a edificação da cidade e o restante para chácaras. O objetivo foi povoar a região com pequenos lavradores que iriam produzir, pois assim a ferrovia teria o que transportar, dessa forma o lucro retornaria ao final de cada ano. Derrubado o mato, em setembro de 1946, foram abertas as primeiras ruas e o espanhol Salvador Martins, no extremo da primeira avenida, construiu uma casinha de tijolos, onde estabeleceu uma casa comercial.

Fundada no dia 24 de junho de 1948 pelo engenheiro da Caic Hélio de Oliveira, o nome da cidade foi objeto de inúmeras sugestões, sendo escolhido Santa Fé, por coincidir com as iniciais de Sales Filho. A partícula do Sul foi acrescentada por lei, pois havia no Norte do Brasil uma vila com o mesmo nome. Antônio Sales Filho, eleito deputado estadual em 1950, juntamente com outros parlamentares, conseguiram a elevação do povoado à condição de município, em 1953.

Hoje

Santa Fé oferece ótima qualidade de vida aos seus moradores com 100% de serviços essenciais, em abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, além do programa médico da família para 100% da população.

Está localizada estrategicamente na Região Noroeste do Estado de São Paulo. A chamada região dos Grandes Lagos é formada pelas usinas de Ilha Solteira, Jupiá e Água Vermelha. Esta excelente localização faz de Santa Fé do Sul um portal para o Mercosul.  

O acesso a importantes rodovias como a Euclides da Cunha (SP 330), Washington Luiz (SP 310), Anhanguera (330) e Bandeirantes (SP 348), permite que as distâncias se encurtem na ligação entre os estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais. A Ponte Rodoferroviária (idealizada pelo escritor e poeta Euclides da Cunha) e a Hidrovia do Tietê-Paraná fazem da cidade um importante polo logístico para a produção industrial, pecuária, fruticultura.

Atualmente o município tem uma economia voltada para a indústria, comércio e serviços e turismo. Na indústria, Santa Fé conta com diferentes seguimentos como agroindústria, indústria de beneficiamento de látex, laticínio e produtos derivados do leite, ração, confecção de vestuário e lingerie, confecção de modeladores e malhas compressivas, capotas marítimas e produtos de linha automotivas, fábricas de molas, alimentos, entre outras.

A cidade conta com uma Incubadora Empresarial mantida pela Prefeitura Municipal que abriga nove empresas. O objetivo é estimular o empreendedorismo na medida em que fortalece e prepara pequenas empresas por meio de convênio entre Prefeitura, Funec, Associação Comercial e Sebrae, oferecendo infraestrutura, capacitação e suporte gerencial, a fim de orientar os empreendedores quanto aos aspectos administrativos, comerciais, financeiros e jurídicos, bem como demais necessidades apresentadas.

Na área educacional, Santa Fé possui atualmente oito escolas de ensino fundamental, dez escolas de ensino infantil e uma creche noturna, além de uma escola estadual, três particulares e uma faculdade.

Atualmente a cidade tem uma saúde pública municipal organizada e conta com o suporte de oito Estratégias de Saúde da Família com atenção primária realizada por uma equipe multiprofissional voltada para as práticas de assistência de promoção da saúde, prevenção de doenças e reabilitação. Conta com oito Estratégias de Saúde da Família, Núcleo de Apoio à Saúde da Família, Clinica de Atenção à Saúde (Clias) com atendimento especializado: pediátrico, imunização, programa de redução a obesidade infantil, psicologia e fonoaudiologia infantil; Núcleo de Apoio à Saúde (NAS), Clínica de Saúde da Mulher, Centro de Atenção Psicossocial e Serviço Residência Terapêutica (Caps), Centro de Especialidade Odontológica (CEO), Núcleo Integrado de Atenção à Saúde (Nias), Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Farmácia Municipal.

 

Estância Turística de Santa Fé do Sul

A transformação da cidade em Estância Turística foi promulgada pelo então governador Geraldo Alckmin no dia 3 de abril de 2003. Com a transformação em Estância, o município passa a receber anualmente do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento de Estâncias recursos para investimentos no turismo.

 

Atrativos turísticos

Santa Fé é privilegiada hidrograficamente, porque, além da nascente do Rio Paraná que fica a 15 quilômetros do centro, é entrecortada por três bacias: São José, Jacú - Queimado e Ponte Pensa. A orla possui 545 ranchos, muitos disponíveis para aluguel, o que atrai um grande número de turistas adeptos a pesca esportiva com destaques para o tucunaré. Também oferece empresas especializadas em passeios náuticos com barcos e lanchas. A cidade recebe milhares de visitantes no final de semana comum, em ocasiões especiais, como o carnaval e épocas festivas, a população aumenta em 50%.

A Estância Turística se destaca hoje por belíssimos monumentos, pórticos e praças temáticas como parte do processo de urbanização, embelezamento e resgate histórico. Os monumentos são alusivos aos Esportes; Imigrantes e Colonizadores; aos Três Estados, a Pesca, Trabalho e Mulher; Monumentos dos Tucunarés; 60 anos de Santa Fé do Sul e Município Verde Azul.

Outros atrativos da Estância são o Parque Ecoturístico das Águas Claras; Mata dos Macacos; Museu a Céu Aberto, Trilha Suspensa, Aquário Municipal, Parque Ecológico, Cidade das Crianças, entre outros.

Durante todo ano a Secretaria Municipal de Cultura realiza diversos eventos culturais para a população, ampliando e incentivando o acesso à cultura e movimentando a vida cultural da cidade com diversos entretenimentos. São realizadas ações como espetáculos de dança, teatro, circo, música, cinema e oficinas.

O resgate cultural e histórico do município pode ser encontrado nos quatro museus da cidade:   Museu da Imagem e do Som "Arlindo Sutto", Museu da Saúde, Museu Professor Honório Carneiro e Museu a Céu Aberto.

aquario comemora 1 ano